segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Os vencedores do SAG Awards 2017

Ocorreu na noite deste domingo (29) a 23ª edição do Screen Actors Guild Awards, tradicional premiação concedida pelo Sindicato dos Atores dos Estados Unidos, considerado um dos grandes indicadores dos possíveis vencedores do Óscar. Para surpresa geral, quem levou o prêmio de melhor elenco (o equivalente a melhor filme) foi Estrelas Além do Tempo, que desbancou os favoritos Manchester à Beira-Mar e Moonlight: Sob a Luz do Luar. Um Limite Entre Nós se sagrou com dois prêmios, o de melhor ator para Denzel Washington e o de melhor atriz coadjuvante para Viola Davis. Fecham a lista de vencedores ainda Emma Stone (melhor atriz) e Mahershala Ali (Moonlight). Confira a lista:
 
MELHOR ELENCO EM FILME  
Capitão Fantástico  
Um Limite entre Nós  
Estrelas Além do Tempo  
Manchester à Beira-Mar  
Moonlight: Sob a Luz do Luar
MELHOR ATOR
Casey Affleck, por Manchester à Beira-Mar
Andrew Garfield, por Até o Último Homem
Ryan Gosling, por La La Land: Cantando Estações
Viggo Mortensen, por Capitão Fantástico
 
Denzel Washington, por Um Limite entre Nós

MELHOR ATRIZ
Amy Adams, por A Chegada
Emily Blunt, por A Garota no Trem
Natalie Portman, por Jackie
 
Emma Stone, por La La Land: Cantando Estações
Meryl Streep, por Florence: Quem é Essa Mulher?

MELHOR ATOR COADJUVANTE  
Mahershala Ali, por Moonlight: Sob a Luz do Luar
Jeff Bridges, por A Qualquer Custo
Hugh Grant, por Florence: Quem é Essa Mulher?
Lucas Hedges, por Manchester à Beira-Mar
Dev Patel, por Lion: Uma Jornada Para Casa

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE  
Viola Davis, por Um Limite entre Nós
Naomie Harris, por Moonlight: Sob a Luz do Luar
Nicole Kidman, por Lion: Uma Jornada Para Casa
Octavia Spencer, por Estrelas Além do Tempo
Michelle Williams, por Manchester à Beira-Mar

domingo, 29 de janeiro de 2017

Crítica: La La Land - Cantando Estações (2017)


Mesmo com uma curta carreira, que começou em 2009, o jovem diretor Damien Chazelle já ganhou o respeito e a admiração de uma grande parcela dos críticos especializados e do público em geral, sobretudo depois do sucesso fenomenal de Whiplash - Em Busca da Perfeição, que concorreu em cinco categorias no Óscar de 2015. Em La La Land - Cantando Estações, Chazelle volta a encantar o mundo com o uso da música, que já virou um elemento crucial nas suas histórias.

Saudosista do bom e velho jazz, o diretor utiliza o gênero para embalar grande parte das cenas de um enredo que, em si, é bastante simples, e acompanha a história de amor entre Sebastian (Ryan Gosling) e Mia (Emma Stone). Ele é um exímio pianista que não consegue espaço para mostrar seu talento e se desespera por estar vendo o jazz, sua maior paixão, se deteriorar com o tempo. Ela, por sua vez, tenta a carreira de atriz, mas a vasta concorrência e o desinteresse dos produtores acaba sempre atrapalhando seu sucesso.

De um encontro fortuito entre os dois surge uma grande paixão, que ganha força nos sonhos individuais de cada um, já que ambos possuem talentos de sobra que não são aproveitados como merecem. Apresentado como uma grande homenagem aos clássicos da era de ouro de Hollywood, o filme tem números musicais empolgantes e muito bem feitos. O ponto alto do filme, como já era de se esperar, é a trilha sonora, com canções belíssimas e emocionantes, entre elas City of Stars, grande favorita para o Óscar de canção original, que aparece em uma das cenas mais marcantes do longa.

La La Land é um filme com grande potencial por sua originalidade e beleza, mas infelizmente fica o sentimento no final de que carece um pouco de história e se mostra até mesmo bastante clichê. Isso, de certa forma, acaba sendo compensado pela fotografia encantadora, que ajuda a criar todo o clima do filme. Não poderia deixar ainda de comentar as boas atuações de Gosling e Stone, que formam uma dupla adorável e juntos tem boas chances no Óscar deste ano.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Estreias da Semana (26/01 a 02/02)

Nove filmes estreiam nesta quinta-feira nos cinemas brasileiros. O principal destaque fica por conta de Até o Último Homem, dirigido por Mel Gibson, que foi um dos nove indicados na categoria de melhor filme no Óscar deste ano. Dos Estados Unidos, destacam-se ainda Beleza Oculta, com Will Smith, e Quatro Vidas de um Cachorro, que perdeu um grande público depois das denúncias de mals tratos aos cães envolvidos nas filmagens. Para os que gostam do cinema alternativo, a boa pedida é Paraíso, candidato russo ao Óscar de melhor filme estrangeiro. Confira abaixo a lista completa:

Até o Último Homem

Em 1942, o jovem Desmond T. Doss (Andrew Garfield) é convocado para servir na Segunda Guerra Mundial. Mas na batalha ele bate de frente com seu superior, o sargento Howell (Vince Vaughn), tudo porque Desmond se recusa a portar uma arma e matar os inimigos, para não contrariar suas crenças na Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Hacksaw Ridge, Estados Unidos, 2016.
Direção: Mel Gibson
Duração: 139 minutos
Classificação: 16 anos
Aventura / Drama / Guerra 

Beleza Oculta

Um publicitário (Will Smith) vive em Nova York e tem uma carreira bem-sucedida. No entanto, sua vida muda drasticamente quando ele enfrenta uma tragédia, que o leva a uma profunda crise de depressão. Seus amigos ficam preocupados e tentam fazer uma intervenção para ajudá-lo.

Collateral Beauty, Estados Unidos,2016.
Direção: David Frenkel
Duração: 97 minutos
Classificação: 10 anos
Drama

Quatro Vidas de um Cachorro

Bailey vem ao mundo várias vezes, sempre como cachorro. Em cada encarnação, ele tenta buscar qual o seu real propósito e a cada vida o cão aprende uma lição para que na próxima vinda à Terra siga evoluindo.

A Dog's Purpose, Estados Unidos, 2016.
Direção: Lasse Hallstrom
Duração: 120 minutos
Classificação: 10 anos
Comédia / Drama

Resident Evil 6: O Capítulo Final

Alice (Milla Jovovich) segue lutando contra zumbis e monstros mutantes. Ela é uma mulher incansável e, após anos de combate, tem a última chance para acabar com a Umbrella Corporation, que planeja um ataque final aos sobreviventes do apocalipse.

Resident Evil: The Final Chapter, Alemanha/Austrália/Canadá/França,2016.
Direção: Paul W.S. Anderson
Duração: 106 minutos
Classificação: 14 anos
Ação / Suspense / Terror

Max Steel

O adolescente Maxwell McGrath (Ben Winchell) e seu amigo alienígena Steel, usam seus poderes em conjunto para criar o super-herói Max Steel. Os dois descobrem segredos perigosos e tentam lutar contra as forças misteriosas que ameaçam o mundo.

Max Steel, Estados Unidos, 2016.
Direção: Stewart Hendler
Duração: 117 minutos
Classificação: 10 anos
Ação / Ficção Científica

O Ídolo

O menino Mohammad Assaf vive em Gaza, Palestina, e sonha um dia subir nos palcos para mostrar seu talento como cantor. Ele passa a galgar passos mais largos quando participa do famoso reality show Arab Idol.

Ta Tayr Ele Tayer, Emirados Árabes/Holanda/Palestina/Qatar/Reino Unido, 2016.
Direção: Hany Abu-Assad
Duração: 100 minutos
Classificação: 12 anos
Biografia / Drama

Paraíso

Durante a Segunda Guerra Mundial, a violência e o perigo aterrorizam as pessoas. Entre elas está Olga, uma membro dá resistência francesa que é presa por esconder uma criança judia.

Pan, Alemanha/Rússia, 2016.
Direção: Andrey Konchalovski
Duração: 130 minutos
Classificação:
Drama / Guerra

A Bailarina

Na Paris de 1869, uma menina órfã é tomada pelo sonho de ser um dia uma grande bailarina. Ela é tão obstinada a alcançar o que quer, que acaba fingindo ser outra pessoa para conseguir uma vaga no Grand Opera.

Ballerina, Canadá/França, 2016.
Direção: Eric Summer e Éric Warin
Duração: 89 minutos
Classificação: Livre
Animação

A Morte de Luis XIV

O filme conta os últimos dias de vida do rei da França Luis XIV. Nos anos 1700, sua saúde ficou debilitada quando ele começou a sentir dores na perna, e isso foi só o começo de uma grave enfermidade.

La Mort de Louis XIV, França/Portugal, 2016.
Direção: Albert Serra
Duração: 115 minutos
Classificação: 12 anos
Biografia / Drama

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Os indicados ao César 2017

Foram anunciados nesta quarta-feira (25) os indicados ao César 2017, prêmio máximo do cinema francês. Os grandes destaques deste ano são Frantz, do diretor François Ozon, e Elle, de Paul Verhoeven. Na categoria de melhor filme estrangeiro, a nossa torcida fica para o brasileiro Aquarius, de Kléber Mendonça Filho. Confira a lista completa:

Melhor filme
Agnus Dei, de Anne Fontaine
Divinas, de Houda Benyamina
Elle, de Paul Verhoeven
Frantz, de François Ozon
Mal de Pierres, de Nicole Garcia
Mistério na Costa Chanel, de Bruno Dumont
Victoria, de Sebastian Schipper

Melhor diretor
Anne Fontaine, por Agnus Dei
Bruno Dumont, por Mistério na Costa Chanel
François Ozon, por Frantz
Houda Benyamina, por Divinas
Nicole Garcia, por Mal de Pierres
Paul Verhoeven, por Elle
Xavier Dolan, por É Apenas o Fim do Mundo

Melhor Atriz
Isabelle Huppert, de Elle
Judith Chemla, de Une Vie
Marina Fois, de Irrepreensível
Marion Cotillard, de Mal de Pierres
Sidse Babett Knudsen, de La Fille de Brest
Soko, de La Danseuse
Virginie Efira, de Victoria

Melhor Ator
Fabrice Luchini, de Mistério na Costa Chanel
François Cluzet, de Médecin de Campagne
Gaspard Ulliel, de É Apenas o Fim do Mundo
Nicolas Duvauchelle, de Não Sou um Canalha
Omar Sy, de Chocolate
Pierre Deladonchamps, de Le Fils de Jean
Pierre Niney, de Frantz

Melhor Atriz Coadjuvante
Anne Consigny, de Elle
Déborah Lukumuena, de Divinas
Mélanie Thierry, de La Danseuse
Nathalie Baye, de É Apenas o Fim do Mundo
Valeria Bruni Tedeschi, de Mistério na Costa Chanel

Melhor Ator Coadjuvante
Gabriel Arcand, de Le Fils de Jean
James Thierrée, de Chocolate
Laurent Lafitte, de Elle
Melvil Poupaud, de Victoria
Vincent Cassel, de É Apenas o Fim do Mundo
Vincent Lacoste, de VictoriaCésar

Melhor Roteiro Original
Agnus Dei
Divinas
O Efeito Aquático
Mistério na Costa Chanel
Victoria

Melhor Roteiro Adaptado
Elle
Frantz
La Fille de Brest
Mal de Pierres
Minha Vida de Abobrinha
Réparer les Vivants

Melhor Trilha Sonora
Chocolate
Dans Les Forêts de Sibérie
Elle
Frantz
Minha Vida de Abobrinha

Melhor Som
Chocolate
Elle
Frantz
L'odyssée
Mal de Pierres

Melhor Fotografia
Agnus Dei
Elle
Frantz
Mal de Pierres
Mistério na Costa Chanel

Melhor Edição
Divinas
É Apenas o Fim do Mundo
Elle
Frantz
Mal de Pierres

Melhor Figurino
A Vida de Uma Mulher
Frantz
La Danseuse
Mal de Pierres
Mistério na Costa Chanel

Melhor Design de Produção
Chocolate
Frantz
La Danseuse
Mistério na Costa Chanel
Planetarium

Melhor Filme de Animação
A Tartaruga Vermelha
A Menina Sem Mãos
Minha Vida de Abobrinha

Melhor Documentário
Dernières Nouvelles du Cosmos
Fogo no Mar
Merci Patron!
Swagger
Viagem Através do Cinema Francês

Melhor Filme de um Diretor Estreante
Cigarettes et Chocolat Chaud
La Danseuse
Diamant Noir
Divinas
Rosalie Blum

Melhor Filme Estrangeiro
A Garota Desconhecida (Bélgica)
Aquarius (Brasil)
Bacalaureat (Romênia)
É Apenas o Fim do Mundo (Canadá)
Manchester à Beira-Mar (Estados Unidos)
Eu, Daniel Blake (Reino Unido)
Toni Erdmann (Alemanha)

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Os indicados ao Óscar 2017


Foram anunciados nesta terça-feira (24) todos os indicados ao Óscar 2017, que será realizado no dia 26 de fevereiro. O principal destaque ficou por conta de La La Land - Cantando Estações, que bateu o recorde de 14 indicações, se igualando a Titanic (1997) e A Malvada (1950). O musical, dirigido pelo jovem diretor Damien Chazelle, concorre em todas as categorias possíveis, e tem boas chances em grande parte delas. Depois de La La Land, outros dois filmes foram lembrados com oito indicações cada: Moonlight- Sob a Luz do Luar e A Chegada. Teve destaque ainda o drama Manchester à Beira-Mar, com seis. Confira abaixo a lista completa:


Ryan Gosling e Emma Stone em cena de La La Land - Cantando Estações


Melhor Filme

- A Chegada, de Dennis Villeneuve

- A Qualquer Custo, de David Mackenzie

- Até o Último Homem, de Mel Gibson

- Cercas, de Denzel Washington

- Estrelas Além do Tempo, de Theodore Melfi

- La La Land - Cantando Estações, de Damien Chazelle

- Lion: Uma Jornada Para Casa, de Garth Davis

- Manchester à Beira-Mar, de Kenneth Lonergan

- Moonlight: Sob a Luz do Luar, de Barry Jenkins



Melhor Diretor

- Barry Jenkins, por Moonlight: Sob a Luz do Luar

- Damien Chazelle, por La La Land – Cantando Estações

- Dennis Villeneuve, por A Chegada

- Kenneth Lonergan, por Manchester à Beira-Mar

- Mel Gibson, por Até o Último Homem



Melhor Ator

- Andrew Garfield, por Até o Último Homem

- Casey Affleck, por Manchester à Beira-Mar

- Denzel Washington, por Cercas

- Ryan Gosling, por La La Land - Cantando Estações

- Viggo Mortensen, por Capitão Fantástico



Melhor Atriz

- Emma Stone, por La La Land - Cantando Estações

- Isabelle Huppert, por Elle

- Meryl Streep, por Florence: Quem é Esta Mulher?

- Natalie Portman, por Jackie

- Ruth Negga, por Loving



Melhor Ator Coadjuvante

- Dev Patel, por Lion: Uma Jornada Para Casa

- Jeff Bridges, por A Qualquer Custo

- Lucas Hedger, por Manchester à Beira-Mar

- Mahershala Ali, por Moonlight: Sob a Luz do Luar

- Michael Shannon, por Animais Noturnos



Melhor Atriz Coadjuvante

- Michelle Williams, por Manchester à Beira-Mar

- Naomie Harris, por Moonlight: Sob a Luz do Luar

- Nicole Kidman, por Lion: Uma Jornada Para Casa

- Octavia Spencer, por Estrelas Além do Tempo

- Viola Davis, por Cercas



Melhor Roteiro Original

- 20th Century Woman, de Mike Mills

- A Qualquer Custo, de Taylor Sheridan

- La La Land - Cantando Estações, de Damien Chazelle

- Manchester à Beira-Mar, de Kenneth Lonergan

- O Lagosta, de Yorgos Lathimos e Efthimis Filippou



Melhor Roteiro Adaptado

- A Chegada, de Eric Heisserer

- Cercas, de August Wilson

- Estrelas Além do Tempo, de Allison Schroeder e Theodore Melfi

- Lion: Uma Jornada Para Casa, de Luke Davies
- Moonlight: Sob a Luz do Luar, de Barry Jenkins

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Estreias da Semana (19/01 a 25/01)

Cinco filmes estreiam nesta quinta-feira, e entre eles tem dois fortes candidatos para estarem no Óscar mês que vem: La La Land - Cantando Estações e Manchester à Beira-Mar. Já para quem gosta de ação, a boa pedida é xXx: Reativado, com Vin Diesel. Confira a lista completa:
 
La La Land - Cantando Estações

Em Los Angeles, Sebastian (Ryan Gosling) é um pianista de jazz cheio de marra e vaidoso que acaba se apaixonando por uma atriz aspirante, a sonhadora Mia (Emma Stone). Mas esse amor passa por várias provações, já que começam a se dedicar mais e mais ao trabalho à medida em que vão se tornando bem-sucedidos.

La La Land, Estados Unidos, 2016.
Direção: Damien Chazelle
Duração: 128 minutos
Classificação: Livre
Comédia / Drama / Musical
TRAILER 

Manchester à Beira-Mar

Lee Chandler (Casey Affleck) está abalado com a perda de seu irmão. Agora, ele tem uma grande responsabilidade pela frente, pois tem de criar o sobrinho adolescente, que ficou órfão.

Manchester by the Sea, Estados Unidos, 2016.
Direção: Kenneth Lonergan
Duração: 135 minutos
Classificação: 14 anos
Drama
TRAILER 

xXx: Reativado

O atleta de esporte radicais Xander Cage (Vin Diesel) decide abandonar o exílio para retomar a vida de agente secreto. Desta vez, sua missão é recrutar um grupo de radicais para tentar recuperar a arma Caixa de Pandora das mãos do guerreiro Xiang.

xXx: The Return of Xander Cage, Estados Unidos, 2016.
Direção: D.J. Caruso
Duração: 107 minutos
Classificação: 14 anos
Ação / Suspense
TRAILER 

Os Penetras 2 - Quem Dá Mais?

Beto (Eduardo Sterblitch) não suporta o fato de ter sido enganado pelo malandro Marco (Marcelo Adnet), tanto que foi parar numa clínica psiquiátrica. Mas ele acaba recebendo uma boa notícia que o faz sair do hospital para retomar a vida ao lado dos parceiros Laura (Mariana Ximenes) e Nelson (Stepan Nercessian).

Os Penetras 2 - Quem Dá Mais?, Brasil, 2016.
Direção: Andrucha Waddington
Duração: 85 minutos
Classificação: 12 anos
Comédia
TRAILER 

Os Saltimbancos Trapalhões: Rumo à Hollywood

Os amigos Didi (Renato Aragão) e Dedé (Dedé Santana) trabalham há muitos anos em um circo. Eles fazem o maior sucesso, pois o público ri o tempo todo de suas trapalhadas. Mas o dono do circo e um mágico ficam muito incomodados com isso e decidem sabotá-los.

Os Saltimbancos Trapalhões: Rumo à Hollywood, Brasil, 2016.
Direção: João Daniel Tikhomiroff
Duração: 99 minutos
Classificação: Livre
Comédia
TRAILER 

domingo, 15 de janeiro de 2017

O Nascimento de Uma Nação (2016)


Um carrasco pergunta a um homem se há alguma palavra que ele queira dizer para as "pessoas de bem" antes da sua morte, diante de uma multidão ensandecida. Seu crime? Ter nascido negro. O Nascimento de Uma Nação (The Birth of a Nation), de Nate Parker, traz novamente o tema da escravidão à tona, e isso nunca será fácil de ser retratado.


Nat Turner (Nate Parker) cresceu em uma lavoura de algodão da Virgínia, comandada por uma família branca que não tinha, por hábito, tratar mal seus escravos. Isso o possibilitou a aprender a ler com a ajuda de sua "dona". Já adulto, Nat ficou conhecido por pregar a palavra da bíblia nas casas vizinhas

Acostumado com uma realidade pacífica, Nat logo se choca com o tratamento violento dado por alguns brancos a seus escravos, e esse sentimento só aumenta quando essa violência chega no seu âmbito familiar. Decidido a tentar mudar isso, ele reúne um grupo de escravos para se rebelarem em busca de um "renascimento da nação", mais igualitária e humana.


Numa realidade em que até aqueles que pareciam compreensivos se mostravam no fim serem iguais aos outros, era difícil qualquer sinal de reação por parte dos escravos. Não havia ajuda do outro lado, muito pelo contrário. O filme aparentemente conta uma história igual a tantas outras já contadas, mas no entanto, na medida em que o tempo passa, percebemos que, mesmo o assunto já tendo sido abordado inúmeras vezes, ainda há espaço para coisas novas e ainda mais revoltantes.

Fracasso de bilheteria nos Estados Unidos (o principal motivo seria a grave acusação de estupro contra o diretor/protagonista Nate Parker), O Nascimento da Nação tentou ser tão forte quanto o filme homônimo da época do cinema mudo, mas ficou abaixo do esperado. Ainda assim, pelo seu tema, que sempre traz reflexões e discussões, ele é bastante válido.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Os indicados ao BAFTA 2017


Foram anunciados nesta terça-feira (10) todos os indicados ao Bafta 2017, que ocorre no dia 12 de fevereiro. O ano parece ser mesmo de La La Land - Cantando Estações, que depois de ganhar sete estatuetas no Globo de Ouro, se sagrou como o maior indicado do "Óscar britânico" com 11 indicações, incluindo as principais como melhor filme, melhor diretor e melhores atuações. Outros filmes com bastante indicações são A Chegada, de Denis Villeneuve, Eu, Daniel Blake, de Ken Loach, Animais Noturnos, de Tom Ford, Manchester à Beira-Mar, de Kenneth Lonergan, e Moonlight: Sob a Luz do Luar, de Barry Jenkins. Confira abaixo a lista completa dos indicados:

Melhor Filme
- A Chegada, de Denis Villeneuve
- Eu, Daniel Blake, de Ken Loach
- La La Land - Cantando Estações, de Damien Chazelle
- Manchester à Beira-Mar, de Kenneth Lonergan
- Moonlight: Sob a Luz do Luar, de Barry Jenkins

Melhor Filme Britânico
- Animais Fantásticos e Onde Habitam, de David Yates
- Docinho da América, de Andrea Arnold
- Eu, Daniel Blake, de Ken Loach
- Negação, de Mick Jackson
- Notes on Blindness, de James Spinney e Peter Middleton
- Sob a Sombra, de Babak Anvari

Melhor Diretor
- Damien Chazelle, por La La Land - Cantando Estações
- Denis Villeneuve, por A Chegada
- Ken Loach, por Eu, Daniel Blake
- Kenneth Lonergan, por Manchester à Beira-Mar
- Tom Ford, por Animais Noturnos

Melhor Roteiro Original
- A Qualquer Custo
- Eu, Daniel Blake
- La La Land - Cantando Estações
- Manchester à Beira-Mar
- Moonlight: Sob a Luz do Luar

Melhor Roteiro Adaptado
- A Chegada
- Animais Noturnos
- Até o Último Homem
- Estrelas Além do Tempo
- Lion

Melhor Ator
- Andrew Garfield, por Até o Último Homem
- Casey Affleck, por Manchester à Beira-Mar
- Jake Gyllenhaal, por Animais Noturnos
- Ryan Gosling, por La La Land - Cantando Estações
- Viggo Mortensen, por Capitão Fantástico

Melhor Atriz
- Amy Adams, por A Chegada
- Emily Blunt, por A Garota no Trem
- Emma Stone, por La La Land - Cantando Estações
- Meryl Streep, por Florence - Quem é Essa Mulher?
- Natalie Portman, por Jackie

Melhor Ator Coadjuvante
- Aaron Taylor-Johnson, por Animais Noturnos
- Dev Patel, por Lion
- Hugh Grant, por Florence - Quem é Essa Mulher?
- Jeff Bridges, por A Qualquer Custo
- Mahershala Ali, por Moonlight: Sob a Luz do Luar

Melhor Atriz Coadjuvante
- Hayley Squires, por Eu, Daniel Blake
- Michelle Williams, por Manchester à Beira-Mar
- Naomie Harris, por Moonlight: Sob a Luz do Luar
- Nicole Kidman, por Lion
- Viola Davis, por Fences

Melhor Filme em Língua Estrangeira
- Dheepan: O Refúgio (França)
- Filho de Saul (Hungria)
- Julieta (Espanha)
- Mustang (França)
- Toni Erdmann (Alemanha)

Melhor Filme de Animação
- Kubo e as Cordas Mágicas
- Moana: Um Mar de Aventuras
- Procurando Dory
- Zootopia

Melhor Documentário
- A 13ª Emenda, de Ava Duvernay
- Notes on Blindness, de James Spinney e Pete Middleton
- The Beatles: Eight Days a Week, de Ron Howard
- The Eagle Huntress, de Otto Bell
- Weiner, de Elyse Steinberg e Josh Kriegman

Melhor Fotografia
- A Chegada
- A Qualquer Custo
- Animais Noturnos
- La La Land - Cantando Estações
- Lion

Melhor Edição
- A Chegada
- Animais Noturnos
- Até o Último Homem
- La La Land - Cantando Estações
- Manchester à Beira-Mar

Melhor Design de Produção
- Animais Fantásticos e Onde Habitam
- Doutor Estranho
- Florence: Quem é Essa Mulher?
- Jackie
- La La Land - Cantando Estações

Melhor Cabelo e Maquiagem
- Animais Noturnos
- Até o Último Homem
- Doutor Estranho
- Florence: Quem é Essa Mulher?
- Rogue One: Uma História Star Wars

Melhor Som
- A Chegada
- Animais Fantásticos e Onde Habitam
- Até o Último Homem
- Horizonte Profundo: Desastre no Golfo
- La La Land - Cantando Estações

Melhor Canção Original
- A Chegada
- Animais Noturnos
- Jackie
- La La Land - Cantando Estações
- Lion

Melhor Efeitos Visuais
- A Chegada
- Animais Fantásticos e Onde Habitam
- Mogli: O Menino Lobo
- Rogue One: Uma História Star Wars

Melhor Filme de Diretor/Roteirista/Produtor Britânico Estreante
- Notes on Blindness
- Sob a Sombra
- The Girl With All the Gifts
- The Hard Stop
- The Pass